sexta-feira, 13 de julho de 2012

Almoçando na companhia do sol: Paixão de Verão / Ingleses

Foi só o sol brilhar no céu que colocamos nosso pé na estrada. Aproveitando as belezas da cidade, fomos almoçar na Praia dos Ingleses, a 8 metros do mar, no Restaurante Paixão de Verão.

O estabelecimento que está aberto há mais de 20 anos, inicialmente era um pequeno e simples quiosque, que servia caldo de cana e milho verde. Com a maré de sorte, o espaço cresceu e atualmente é um dos maiores restaurantes dos Ingleses, com privilégio de ser em frente ao mar.

O salão é grande e envidraçado para os clientes apreciarem a beleza da praia. No verão, mesas plásticas são disponibilizadas na areia para curtir o calor. No andar de cima há um espaço menor que pode ser reservado para eventos.







Conseguimos a última vaga que restava, entramos no restaurante e escolhemos uma mesa. Estava bastante frio, portanto, não queríamos saber de vento e fechamos o janelão ao nosso lado.

Mesmo com temperaturas baixas, a bebida escolhida foi cerveja gelada. Como prato principal, saímos um pouco do peixe que estamos acostumados e partimos para a página do camarão. Lemos com calma as sugestões e convenci o namorado de provarmos o Camarão Paixão de Verão: camarão à dorê gratinado com catupiry, molho branco com queijo mussarela e parmesão, servido com arroz de açafrão, salada e fritas.

O garçom falou que poderia demorar um pouco, já que era um prato gratinado, e caso estivéssemos com fome, pedir uma entrada seria ideal. Acatamos a sua proposta e, ainda na ideia de inovar, saímos um pouco das lulas e escolhemos 1/2 isca de peixe.






Não demorou muito para as iscas chegarem, quentinhas e crocantes, acompanhadas de molho rosé. Gostei muito.

O camarão chegou! Nos servimos e aprovamos. Delícia! Eu estava mesmo com vontade de comer um camarãozinho assim. Tivemos dois problemas com esse pedido. O primeiro é que comemos bem, mas no meio para o final do almoço, tinha se tornado um pouco enjoativo, mas nada que gotas de limão despejadas no molho não o tornassem mais atrativo. Recomendaria que viesse em menor quantidade e acompanhado de algum peixinho... Agora, o segundo e grave transtorno é que nos deparamos com um cabelo preto no prato, claro que não tínhamos avistado antes de comer e estava na metade esquerda da travessa, que não chegamos a encostar.

Tiramos o intruso (uma parte estava embaixo do molho) e chamamos o garçom que constatou a falta de cuidado. Em nossa frente, levou à cozinheira e elas por elas. Fomos questionados se queríamos que viesse outro Camarão Paixão de Verão, mas como já havíamos comido o suficiente e ficado enojados com a situação, não aceitamos. Neste parágrafo, aponto dois erros: 1) A chamada de atenção da cozinheira não deveria ter ocorrido em frente aos clientes. Ficamos observando tudo e não foi legal. Pior ainda quando percebemos que foi feito pouco caso, pois sorrisos surgiram nos rostos das pessoas envolvidas, como se algo engraçado tivesse ocorrido. Não é engraçado clientes saírem com essa imagem de um restaurante que cresceu tanto. 2) Na minha opinião, em hipótese alguma deveríamos ser questionados quanto a vinda de um prato novo, impecável. Isso seria uma obrigação do estabelecimento. Se estivéssemos satisfeitos, que embalassem o pedido para viagem.

Sim, nós sabemos que, mesmo não devendo, essas coisas podem acontecer. A reclamação aqui vai além de um descuido por parte da cozinheira, mas para a falta de senso dos empregados.

Essa experiência não nos privará de retornar ao Paixão de Verão, com certeza, não. Mas, é um compromisso meu registrar tanto os momentos bons quanto ruins em cada situação, não é mesmo? Apenas espero que na próxima vez esses empecilhos não aconteçam.

Fechamos nosso almoço com o valor total foi de R$104,50. Pagamos e fomos à Praia da Lagoinha beber vinho e jogar conversa fora.


Ambiente: ♥♥♥♥
Atendimento: ♥♥
Preço: $$$
Sabor: ♥♥♥


Endereço: Rua Dom João Becker, 329 - Ingleses. Florianópolis/SC.
Telefone: (48) 3269-1355
Horário de funcionamento:
Estacionamento: Sim
Aceita cartão: Sim

Mais opiniões em: http://aondir.com/e/paixao-de-verao-127721

18 comentários:

  1. Estava eu lendo, salivando e brigando contigo mentalmente por atualizar o blog bem na hora do almoço. Eis que chego à parte final do texto e né... Mas são coisas que acontecem, não deveriam, mas acontecem.
    Voltando... Fiquei morrendo de vontade de provar esse camarão, acho que vou repassar para a minha mãe tentar imitar esse prato, que maravilha!!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Né", Bea. Tudo bem, qualquer restaurante corre o risco de isso acontecer.
      O camarão é muito bom, adoramos. Acompanhado de algo mais forte seria mais interessante, não necessariamente algo elaborado, mas uma saladinha com pepinos, por exemplo, já mudaria um pouco.
      Beijão

      Excluir
  2. Meu noivado foi nesse restaurante! *-*
    É uma pena esse tipo de acontecimento :(
    bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Eu acho um lugar bonito, super agradável. Mesmo sendo distante para mim, sou cliente.
      Uma pena, sim, mas coisas desse tipo podem acontecer em qualquer lugar, né?
      Beijos

      Excluir
  3. A sequência de camarão desse restaurante é uma delícia! Pena essa "surpresinha", né? hauha Deixa uma impressão tão ruim.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá aí uma boa dica. A sequência eu nunca provei. Anotado para a próxima! Mas, sem presente de grego, né!! rs
      Bjs

      Excluir
  4. O que eu acho lamentável é que, nesses casos, a conta seja cobrada. Sem mais!

    ResponderExcluir
  5. Lara de Bruchard Costa13 de julho de 2012 22:02

    Nossa... eu estava lendo e vi a foto do camarão e pensei: nossa, esse prato deve ser gostoso.
    Mas quando li a surpresa... blé, que nojo! ;/
    Acontece mesmo, eu sei. Mas aff =/
    Pior que esses dias eu tava me lembrando do cabelo que tu encontraste numa carne no Dr. Barata, né? Hahah! Tens uma sorte com isso, né, amiga?
    Respondendo ao outro post... saudade também ^^ Vamos combinar alguma coisa!
    Beijinho!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, eu não me lembrava desse episódio! Pelo menos lá, fizeram questão de me agradar e ganhei um sobremesa deliciosa...

      Excluir
  6. que surpresa desagradavel no fim do post...cabelo ecati!!!rsrs

    deveriam ser retratados...

    http://deliciasdaisa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Vou te confessar que sempre fujo dos restaurantes do centrinho dos Ingleses, não sei se é pelo agito, ou por sempre escutar críticas negativas, mas sempre vamos nos mais afastados.
    A situação foi lamentável, e acho que neste caso não foi nem o cabelo na comida o pior, e sim ter deixado os clientes desconfortáveis.
    Porém, estamos ai para isso, né Pri?! Para situações ótimas e péssimas...
    Beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É? Bom saber, Tati. Eu não frequento muito a região, aí acabo parando nos mais visíveis, como o Paixão e o Docas. Tens algum para me indicar?
      Exatamente, o pior não foi o cabelo, foi toda a situação em si.
      Claro que gostaríamos de falar só de coisas boas, mas não podemos fugir da realidade, né?
      Beijão

      Excluir
  8. Ai eu acho que nunca mais iria ao restaurante.O cabelo no prato já é um super agravante, e ainda tratam com descaso? Eu teria me irritado muito com esses "risinhos" hehe. No mínimo eles não deviam cobrar a conta, mas é compreensível pelo atendimento que temos aqui em Floripa né? Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, eu digo que voltarei, pois acredito que merece mais uma avaliação, tipo um "melhor de três". Se eu fosse o gerente, com certeza pediria mil desculpas e não cobraria a conta do cliente, mas é exatamente como falaste, tendo acontecido em Floripa já não impressiona mais. O atendimento deve melhorar MUITO.
      Beijão

      Excluir
  9. Nossa... nostalgico isso. Eu frequentava com a familia o Paixao de verão lá por meados de 2000, o ambiente nada tinha a ver com as fotos. Bom que cresceram, mas o descrito não era rotineiro naquela época.

    Atualmente, o ponto da familia para frutos do mar é o Restaurante do Chico, perto do TISAN, na 401.

    abraço,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcos, nunca fui nesse Chico, mas reparei que nos finais de semana tem bastante movimento. Obrigada pela dica!

      Excluir