terça-feira, 29 de outubro de 2013

Restaurante Bucaneiros: Um pouquinho de São Miguel

Sair de Floripa rumo a Biguaçu/SC para almoçar em restaurantes como Arqueduto, Casa do Peixe ou principalmente no o Miramar ou Sombrero, sempre foi um programa da minha família. Aliás, quando me perguntam os motivos de eu ter criado este blog, a resposta esbarra aí: família. Meus pais sempre gostaram de sair sem rumo, subir a serra, almoçar em Taquaras, conhecer novos espaços e, claro, restaurantes. Muito comum partirmos em um domingo para um festival de vinhos, uvas, morangos etc; apenas motivos para passear. E era sempre sem indicações ou qualquer pesquisa prévia, até, porque naquela época o santo Google ainda não havia sido canonizado. Minha mãe sempre foi louca por comidas típicas e simples, mas feitas com muito amor, então, o ponto fraco dela eram os cafés coloniais com muita cuca e geleias. Já, meu pai, pensava no lado salgado da refeição: carnes, marrecos, codorna recheada. Eu sou o fruto dessa mistura de sabores: um salgado, depois um doce - depois outro salgado, por favor. Além das viagens e passeios, o comum foi me ver crescer na barra da saia da minha mãe, sentada na cozinha vendo a cozinhar. Enquanto ela preparava os quitutes, eu lia livros de receita aos seis anos de idade (inesquecível livro de receitas Leite Moça). Crescidinha, chegava da aula correndo e ligava a televisão para assistir a Viviane Romanelli se atrapalhar no programa de culinária do Shop Time, pouco ligando que o programa girava em torno da venda dos produtos. O tempo passou, mas, muitas coisas permaneceram. Hoje ainda acompanho minha mãe na cozinha, mas, já me atrevo a me aventurar entre as panelas, meus programas favoritos de televisão ainda são sobre gastronomia e minha programação perfeita para um final de semana é a mesma: me aventurar por aí descobrindo aromas e sabores.

Toda essa introdução nostálgica foi apenas um rodeio para chegarmos ao quê interessa por hoje, o retorno a Biguaçu, mais precisamente em São Miguel.




Era domingo de maio e Claudio e eu mal tínhamos acordado. Liguei para a minha mãe para saber por onde ela e meu pai andavam e foi aí que me avisaram que estavam chegando em São Miguel para almoçar em um daqueles restaurantes de frutos do mar. Eu sabia que Claudio ainda não conhecia aquela região e o convidei para irmos ao encontro de minha família. Pé na estrada e lá fomos nós.




Meus pais erraram de restaurante e só notaram quando se sentaram na área externa, acabaram no Restaurante Bucaneiros. É fácil de isso acontecer, já que a maioria deles é semelhante mesmo, não só a entrada com estacionamento amplo, como a vista para o mar e também o cardápio.

Quando vamos para os lados de lá, praticamente pedimos o mesmo prato, o especial da casa, composto por frituras e acompanhamentos.




Lulas, camarão à milanesa, bolinhos de siri, camarão ao alho e óleo, camarão ao bafo, mariscos ao vinagrete, isca de peixe e peixe à milanesa servidos em um bandejão, na companhia de arroz branco, batata frita, salada e pirãozinho (R$90).

Ó céus, quanta fartura!  Estávamos em seis pessoas e pedimos duas dessas e sobrou muito. Reclamação apenas para o camarão ao alho e óleo, bem ruim. Ele não era fritinho e crocante como deveria ser, pareceu um camarão ao bafo misturado rapidamente com alho desidratado picado, nem pegou sabor. Para quem gosta de friturinhas, um prato cheio, sem nenhum sentido figurado.

Ambiente: ♥♥
Atendimento: ♥♥♥♥♥
Preço: $$
Sabor: ♥♥♥

Restaurante Bucaneiros
Endereço: Rua Brigadeiro Eduardo Gomes - Balneário São Miguel. Biguaçu/SC.
Telefone: (48) 3285-3052
Horário de funcionamento: Buscar informação.
Aceita cartão: Sim
Estacionamento: Sim

4 comentários:

  1. Gostei da introdução... imaginei uma japonesinha curiosa lendo!

    :)

    ResponderExcluir
  2. Nenhum se compara ao Miramar!!
    Sem palavras, variedade, sabor, apresentação, enfim.. Tudo muito bom!

    ResponderExcluir