segunda-feira, 4 de junho de 2012

Vinil Pizzas & Clássicos: Pizzas e cervejas especiais / Lagoa da Conceição

Numa noite fria, Claudio e eu, mesmo adoentados, nos direcionamos a um lugar que eu queria conhecer há tempos e só ouvia falar bem. A Bruna já havia mencionado e escrito a respeito de lá e recebi como indicação por e-mail da leitora Helene Poeschmann, o que só fez aumentar a minha vontade.

Numa tarde como todas outras, recebi um e-mail de site de compra coletiva. Estava selecionando a mensagem para excluí-la, mas acabei clicando sem querer. Logo vi a oferta: exatamente do lugar que eu tanto queria ir.  Uma pizza grande de R$44 por R$16,90. Pronto, foi a oportunidade que eu tive para parar de enrolar. Comprei e aguardei um momento em que desse vontade de comer pizza. Hoje, apresento-lhes a Vinil Pizzas & Clássicos.

Um casal de amigos também havia comprado a oferta, então combinamos de numa quinta-feira eleger a pizza como prato da noite.

Mesmo sendo dia de semana, casa lotada. Apenas uma mesa ao lado de fora disponível, algo totalmente fora de cogitação para os dois gripados. Por conexão, logo um casal se despediu da Vinil e tratamos de nos sentar ali, mesmo sendo apertado para dois e impossível para quatro. Como nossos amigos ainda não tinham chegado, nos sentamos e esperamos por uma mesa maior.

espaço é pequeno, menor do que eu esperava. O ar não se aproxima das tradicionais pizzarias da cidade. Aproxima-se de um bar gostoso e calmo, em que se pode beber sem compromisso e conversar sem precisar elevar a voz. Imagens coloridas de ícones da música ilustram as paredes da casa. Uma é exclusiva para recados de clientes (xô guardanapos do Arante!), a mesma que posiciona um quadro negro com o cardápio de bebidas e entradas.

Fomos questionados sobre a promoção da compra coletiva, o que me levou a concluir que a grande maioria dos clientes da casa naquela semana eram compradores como eu. Guará nos proporcionou um atendimento atencioso durante toda a noite. Satisfez nossas dúvidas e contribuiu com sugestões de sabores de pizzas e cerveja. Nota dez.

Ir na Vinil e não provar uma das cervejas especiais é proporcional a ir ao Beto Carreiro e não brincar na montanha-russa. Abrimos a noite com a gaúcha Coruja Alba Weisenbock que estava na promoção por 16 reais. Uma cerveja escura de trigo, propícia para o inverno, a minha preferida da noite.





O casal de amigos chegou e tratamos de pedir a próxima. Dessa vez, uma cerveja de 1 litro: Coruja Viva 28 reais. A garrafa distinta parece de xarope. Uma cerveja não pasteurizada, portanto viva, livre de adições químicas, de acordo com a lei de pureza alemã, feita somente de cevada, lúpulo, fermento e água.

Assim que esvaziou, pulamos para uma mesa bem maior e confortável, logo a frente dos vinis, o grande atrativo da casa. Em caixas de madeira estão expostos vários vinis de diversos nomes musicais. O cliente pode vasculhar, escolher o que lhe agrada, depositar no armário ao lado da vitrola e aguardar para ouvir as músicas escolhidas.

Junto com a mudança de lugar, o cardápio. Enxuto e gracioso. Duas páginas o bastaram e a indicação "Lado A" e "Lado B" agradaram.

Poderíamos escolher dois sabores para cada pizza. Como estávamos em quatro e com duas pizzas, escolhemos quatro sabores distintos. O cardápio pode desagradar os carnívoros de plantão. As escolhidas: Alho poró (molho de tomate, cream cheese e alho poró com lascas de parmesão gratinado - R$42), Francesa (molho de tomate, mussarela, rodelas de tomate cereja ao forno com gotas de gorgonzola - R$42) e Beluno (molho de tomate, mussarela, rodelas de tomate cereja ao forno com pesto de manjericão finalizada com lascas de parmesão - R$42) e Calabresa da casa (molho de tomate, calabresa e cebola, salpicada com mussarela - R$34).

O esquema das pizzas nos agradou e muito: comer com as mãos. A massa finíssima permite que a redonda seja comida com as mãos sem que as pessoas se lambuzem. Como ninguém na mesa tinha frescura, adoramos a ideia.

Enquanto aguardávamos, partimos para a próxima gelada. Demos uma pausa curta nas Corujas e providenciamos uma Saint Bier (já provei o chopp) Belgian Goden Ale de 16 reais. Cor mel e sabor frutado. Por ser mais adocicada não me agradou tanto.

Ao som de Three Little Birds as pizzas pousaram sobre nossa mesa.
A pizza é fatiada em muitos pedaços e realmente fina. Massa crocante, mas recheio baixo. Não levamos muito tempo para devorá-las.

Por unanimidade, a sequência das escolhas dos sabores foi a mesma das predileções. Concordamos também que pela massa e pouca cobertura, pode não satisfazer a fome de muitos e  o preço é praticamente o mesmo de outras pizzarias com redondas maiores. Nós ficamos tranquilos, mas, também, depois de tanta cevada seria impossível não ficarmos mais pesados.




Voltamos para a Coruja e finalizamo a noite com uma Coruja Otus Larger, 18 reais, versão pasteurizada da Viva, levemente adocicada.

No fim, além do voucher pago no valor de R$16,90, desembolsamos mais 80 e poucos reais consumidos em cerveja.



Ambiente: ♥♥♥
Atendimento: ♥♥♥♥♥
Preço: $$$
Sabor: ♥♥♥♥




Vinil Pizzas e Clássicos
Endereço: Rua Senador Ivo D’Aquino, 51 – Lagoa da Conceição. Florianópolis/SC
Telefone: (48) 3232-3301
Horário de funcionamento: Segunda a sábado das 18:00 às 23:30h.
Estacionamento: Não
Aceita cartão: Sim
Nota fiscal: Sim

7 comentários:

  1. Já fui lá e adorei o local! Bem diferente das tradicionais pizzarias de Floripa, um lugar aconchegante, com uma proposta diferenciada.. Além, é claro, da pizza ser uma delícia! ;) Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já imagino qual foi o sabor pedido... Hahah. Bjs

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. várias rodadas de cerva para curar a gripe, né?! adorei mais esta super experiencia!!!

    http://deliciasdaisa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Pri,

    Que post agradável!!! Adorei!!!

    Beijão,
    Gabi Morateli

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Gabi!
      Foi uma noite muito boa.
      Beijão

      Excluir