quinta-feira, 8 de março de 2012

Uma tarde inteira no Ribeirão da Ilha: Ostreria Umas & Ostras

Sábado acordei cedo para um grupo de estudos do meu curso de formação. Oito horas da manhã já estava de banho tomado, prontinha para ir ao Centro. Não comi nada antes de sair e acho que foi só eu descer do carro que minha barriga já começou a roncar. O grupo foi extremamente empolgante, o que deixou minha fome em segundo plano. Quando o Claudio foi me pegar, lá pelo meio dia, dei a sugestão de irmos almoçar fora, mais precisamente em algum bairro do sul da Ilha, por ser um lugar que não temos o costume de ir. Convidamos mais um casal de amigos e partimos rumo ao Ribeirão.

O caminho é longo, mas vocês verão que vale a pena. O acesso ao sul etá com duas pistas, o que facilita o trajeto. O ideal é não ir muito tarde e ficar por lá até o dia escurecer.

Sabíamos que queríamos almoçar no Ribeirão da Ilha, mas não em qual restaurante, por isso percorremos a rua principal até encontrarmos asfalto, para avistar todas as opções, e depois voltamos. Os votos foram para um ambiente que não conhecíamos, chamado Ostreria Umas & Ostras.







O bairro por si só é um charme. A maioria das casas açorianas receberam um upgrade e foram pintadinhas de cores vivas. Dentre tantas cores, paramos em uma casa verde em um espaço bonitinho e diferente, bem em frente ao mar. A ostreria chamou minha atenção por ser um lugar muito aberto. Não tem paredes, apenas muretas baixas e cortinas plásticas. A placa é charmosa, mas quando pisamos no restaurante, notei muitos outros detalhes que transformaram a nossa escolha em um lugar que eu quero voltar em breve.






No lugar de britas, conchas, muitas conchas. As mesas são forradas com cangas embaixo de tampos de vidro. Adorei essa ideia! Ficou diferente e o vidro foi imprescindível para o toque de sofisticação. Além do salão principal, o Umas & Ostras oferece o "ostragos", um espaço ao ar livre feito para petiscar e bebericar. De acordo com o restaurante, "aqui, quem preferir pode ficar "escorado" ao balcão, acompanhado das mais pitorescas figuras locais, com seus 'causos' e o bom papo, típico dos manezinhos locais, ou ainda ficar em mesas mais reservadas sob a sombra de uma bela aroeira observando o belo mar da baía sul ou os casarões seculares do Ribeirão da Ilha". Ideia excelente!













O atendimento foi vip, afinal éramos os únicos clientes. Escolhemos a última mesa, mais próxima do mar. Começamos com uma cerveja (R$8,00), que veio geladíssima. Folheamos o cardápio e foi unânime: quanta coisa boa! Lulas à dorê (R$25,00) e ostras gratinadas (R$28,00 dúzia) como entrada. Enquanto isso, mais cervejas...









Aproveitei para ir à beira do mar, tirar a sapatilha e colocar o pé na areia grossa do Ribeirão. Eu e a natureza, nada mais...











Os anéis de lula, apesar de finos, estavam muito bons, assim como as ostras. O sabor era tão bom (gosto de polenguinho) que tive que perguntar ao garçom como eram preparadas. Fui informada de que era apenas requeijão e queijo parmesão ralado por cima. De lamber os dedos.









Como prato principal, optamos por uma sugestão da casa, o Linguado à Maricota (R$85,00). Filé de linguado empanado em farinha de amêndoas, frito em azeite de oliva, com arroz, salada e batata souté. 

As meninas saíram da cerveja e passaram para caipirinha. Uma de vodka e de limão (R$11,00) e uma de cachaça e morango (R$9,00) para mim. Fortíssima, mas eu não estava nem um pouco preocupada com isso, não iria dirigir e pretendia ficar a tarde toda por ali.

Quando o prato chegou, meu coração bateu mais forte. Muitas amêndoas, nada de miséria, oba! Tudo na ostreria era bem bolado, até mesmo a saladinha, que veio acompanhada de  maçãs. Os detalhes fazem, sim, a diferença.






E depois da garfada? Hum... Harmonização adequada, sem fuga de sabor. Apesar das amêndoas, conseguíamos sentir o gosto do azeite perfeitamente. Para ficar mais que perfeito, o prato poderia também vir acompanhado de pirão, já que todo o resto é sequinho.

Estávamos felizes e satisfeitos, quando pagamos a conta e fomos presenteados com um pôr-do-sol de cair o queixo. Isso é Floripa. Tratamos de apanhar algumas das enormes acerolas do pé e continuamos o passeio.









O Umas & Ostras, assim como o próprio Ribeirão da Ilha, é um lugar que todos deveriam conhecer, totalmente provado e aprovado.



Ambiente: ♥♥♥♥
Atendimento: ♥♥♥♥♥
Preço: $$$
Sabor: ♥♥♥♥♥

Ostreria Umas & Ostras
Endereço: Rod. Baldicero Filomeno, 7680 - Ribeirão da Ilha. Florianópolis/SC.
Telefone: (48) 3269 9270
Horário de funcionamento: 12h às 20h (não abre terça). Sexta e sábado das 12h às 23h.
Estacionamento: Não
Aceita cartão: Sim
Emitiu nota fiscal: Sim

8 comentários:

  1. Lara de Bruchard Costa4 de abril de 2012 17:38

    Gostei muito da ideia da canga debaixo do vidro!!
    E achei muito boa a ideia de colocar pedaços de maçã na salada. Concordo contigo, um detalhe que faz a diferença ^^
    Beijos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ficou bem bacana. Falávamos que se fosse só a canga, sem o vidro, ficaria muito "roots" e perderia sua graça, mas, com o tampo, ficou adequadíssimo e moderno. Esse lugar é muito bom, assim como o atendimento.

      Beijão!!

      Excluir
  2. Pri, o Ribeirão da Ilha realmente é lindo. Foi o cenário escolhido para o meu ensaio pré-casamento.

    Ah, além de blogueira, estais ficando uma ótima fotógrafa!;)


    Beijos

    Aline

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade? As fotos devem ter ficado maravilhosas!!
      Ah, obrigada. Estou amando essa nova diversão. O resultado são fotos lindas e naturais como essa última, do pôr-do-sol.

      Beijão

      Excluir
  3. Pri, que lugar lindo! Os detalhes fazem a diferença, realmente.
    Adoro o SF! To sempre aqui, apesar de ser muito (muito mesmo) chata pra comer e não gostar de quase nada, haha O namorado que sofre!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii, Jo!
      Adoro teus recadinhos. Mas, me diz, frutos do mar tu não comes? Nadica?
      Bjbj

      Excluir
    2. Do mar, só como peixe. Aliás, peixe à milanesa, batata frita e arroz é uma das minhas comidas preferidas! hahahsa

      Excluir
    3. Sééério? Agora concordo que o namorado deve sofrer... Hahahha. Bjj

      Excluir