sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Restaurante e Enoteca Osigo: Restaurante romântico em Florianópolis



Sempre tem alguém querendo saber aonde ir em datas especiais, principalmente restaurantes românticos em Florianópolis. O restaurante sobre o qual escrevo hoje é uma boa opção, podem anotar, pois, romantismo é o que não falta no Restaurante e Enoteca Osigo, situada na Rua São Jorge, no Centro da cidade, dos mesmos proprietários do também charmoso Bistrô do Jardim.

O estabelecimento que leva o nome de uma cidade da Itália, ostenta um cardápio estrelado por pratos com influência italiana. Mas, nada de cores da bandeira do país, pessoas falando alto ou pratos para dividir, como nas tradicionais cantinas. O Osigo possui um ambiente contemporâneo e requintado.




Fomos recepcionados assim que estacionamos e encaminhados a uma mesa para dois. Primeiro optamos pela mesa ao lado do janelão de vidro, que é a melhor escolha para um jantar a dois. Infelizmente decidimos trocar, pois, ali, a iluminação estava escura demais, o que me dificultaria na hora de registrar fotos dos pratos. Levantei-me e nos acomodamos mais ao final do restaurante, em uma mesa com disposição cadeira e sofá.

Antes de mais nada, um vinho branco para brindarmos o início da semana, afinal, estávamos em plena segunda-feira. Quem refrescou nossa noite foi o Varanda do Conde 2011 (R$71).




Nem reparei se no cardápio do Osigo há opções de entradas, porque o buffet de antepastos é um convite inegável. Uma mesa redonda no salão, repleta de coisas boas, só delícias, como alcachofras, aspargos, caponata, shimeji, polvo, abobrinha etc. Aqui, paga-se por peso (R$97/kg).

Achei um tanto quanto arriscada a proposta, pois, não é comum sistema assim, onde o cliente precisa se levantar, pelo menos não em restaurantes dessa pomposidade. A ideia de carrinho me parece ser mais interessante, mas, pelo jeito, está dando certo.




Depois de encerrar meu pãozinho com shimeji e polvo e com o restante dos antepastos, os empratados. Confesso que esse foi um daqueles restaurantes que me encheu de dúvidas na hora de fazer o pedido, porque tudo parecia ser gostoso. Mas, não arrisquei tanto e pedi um Medalhão de mignon grelhado servido com risoto de funghi e azeite trufado (R$62), não apenas por conter exclusivamente ingredientes que adoro, mas, também por ter recebido uma indicação desse prato por uma leitora muito fofa que eu adorei conhecer, chamada Roberta Colares.

O namorado também ficou cheio de dúvidas, mas, como ele é 100% mais objetivo do que eu, foi incisivo na hora de pedir e escolheu o Confit d'Anatra: confit de pato com risoto de queijo e presunto parma (R$69).




Nossa, o meu prato chegou quentinho com dois enormes medalhões. Medalhão bom é assim, alto. Ressalto que antes de repassar os pedidos à cozinha, fui questionada a respeito do ponto da carne. Escolhi mal passado e por isso a carne não deu aquela diminuída sem graça. Estava muito macia que até uma faca sem gume conseguiria cortá-la. Queria ter mais espaço no meu estômago para poder dar fim aos dois medalhões, mas, apenas um desapareceu do meu prato. O risotto não me impressionou, já comi melhores, mas, o gostinho de trufa do azeite é um vício, amo demais.

A outra escolha também veio em um prato com porção adequada, mas, não tão farta quanto o mignon. Mesmo assim, nada de passar fome por aqui. O namorado comeu muito bem o pato que estava saboroso e macio que dei uma garfada. Aqui, o risotto ganhou um formato mais interessante que o de funghi. Souberam dosar o sal adequadamente, tendo em vista que o parma é bastante salgado.

"Aceitam sobremesa?" - questiona-nos uma voz suave.
Depois de olhar o cardápio de doces, um guloso "sim" saiu de minha garganta. Claudio sequer se mexeu. Entendível, pois entre nós dois, esse pecado capital é todo meu.




Por que não duas sobremesas? Afinal, não estamos brigando com a balança.

A primeira que provamos foi oSemifredo di turrón nougat , um semifredo de torrone gostosinho, mas que agradou e só. O Dolce al Cocco "Nonnna Gilia", uma cocada mole com mousse de maracujá, entretanto, nos fez encerrar a noite sorrindo de canto a canto, mesmo com a barriga querendo encostar na mesa. Ambas custaram R$18.

295 reais pagaram nosso jantar. Como podem ver, não é um restaurante barato, longe disso. É, porém, um local bacana para jantares em casal, quando se pretende tirar a rolha de alguma garrafa e namorar.


Ambiente: ♥♥♥♥♥
Atendimento: ♥♥♥♥♥
Preço: $$$$$
Sabor: ♥♥♥♥

ATUALIZAÇÃO: Este restaurante fechou.

Endereço: Rua São Jorge, 135 - Centro. Florianópolis/SC.
Telefone: (48) 3025-1127
Horário de funcionamento: De segunda a sábado a partir das 20h.
Aceita cartão: Sim
Estacionamento: Vallet

2 comentários:

  1. adoooooooro.... fiquei com água na boca!!!! bjs... Roberta!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rô, querida, fiquei também, rs.
      Um beijão para você.

      Excluir