terça-feira, 9 de outubro de 2012

Bar do Vadinho: Com gula e sem frescura

Pessoal, antes de começar o post de hoje, quero salientar uma coisa que para mim parecia óbvia, mas talvez não seja para muitos. Todas as fotos publicadas aqui são de minha autoria e as demais imagens recebem seus devidos créditos. Portanto, se forem utilizar de alguma foto aqui publicada, favor entrar em contato: saboreandofloripa@gmail.com

Hoje escrevo para vocês sobre o Bar do Vadinho, um restaurante inusitado. No Pântano do Sul, à esquerda do conhecido por milhares de guardanapos pendurados, Arantes, está uma casinha simplória com ar de boteco. Construída há mais de 100 anos, com auxílio de óleo de baleia, a casa que é bar desde 1989 e antigo armazém do pai de Vadinho, busca manter a simplicidade e tradição regional, utilizando em suas paredes as mesmas cores do Mercado Público de Florianópolis.

Seo Vadinho, manezinho nascido na praia do Pântano do Sul, foi pescador por mais de 30 anos e há 23 cuida com carinho do seu negócio, seja na decoração, construindo lindos quadros com conchas em que ele pega do mar, na cozinha, com a escolha de produtos frescos, ou no relacionamento público, batendo papo com seus clientes.




Sua simplicidade é o seu sucesso. Afirmação que é possível ser conferida com a movimentação no bar aos finais de semana. Muita coisa se deve a isso e, claro, a vista é uma forte variável. Quem não quer almoçar com essa paisagem pela janela?




Diferentemente dos bares e restaurantes tradicionais, no Bar do Vadinho não existe cardápio. Todos os dias são servidas as mesmas comidinhas, seja no almoço, seja na janta (finais de semana e feriados). Paga-se 22 reais por pessoa para um banquete manezinho: salada, arroz, feijão, postas de peixe espada, batata frita,  cação desfiado e refogado, pirão e filé de pescada.


Nessa tarde, infelizmente Seo Vadinho não estava por lá. O senhor que nos atendeu não foi tão simpático e falava muito rápido, propositalmente. Chegou à mesa perguntando o que queríamos beber, estávamos Claudio, eu, meus pais e irmão, e todos concordamos de cerveja gelada para brindar o lindo dia. Quando o atendente perguntou se queríamos alguma entrada foi difícil compreender quais eram as opções, e ele, aparentemente, não fazia questão nenhuma de que entendêssemos. Como aquele jorro de palavras foi demais para mim, não pedi nada (também pudera...). Só os mais calmos e organizados (namorado e irmão) conseguiram captar as opções de pastel: queijo, camarão, lula, peixe, berbigão etc. Pena! Gosto tanto.





O Rafa e o Claudio foram de pastel de berbigão. Os pastéis estavam lindos e gordinhos. Dei uma mordida para provar e dar nota de aprovação.

A fome atacava a todos e a demora não contribuía nada para acalmá-la. Depois de mais de 30 minutos veio o nosso farto bandejão.




Tudo era extremamente saboroso, com gostinho de comida bem caseira e zero gosto industrializado que deixa os alimentos parecidos. O pirão, paixão eterna, quentinho era uma perdição, e nota dez para as batatinhas fritas crocantes. Meu peixe favorito foi o cação, que eu nunca tinha comido assim, bem refogadinho. Os filezinhos poderiam ser comidos com as mãos mesmo, era só colocar umas gotas de limão em cima que a perfeição ficava completa.

Não vá esperando encontrar pratos elaborados nem ambiente refinado, pois o Bar do Vadinho vai a contramão de tudo isso. Porém, vá certo de encontrar fartura, comida caseira deliciosa, e o que de fato tem maior valor: a vista tranquila da praia do Pântano do Sul.

O almoço custou 165 reais, com 2 pastéis e muitas cervejas.




Ambiente: ♥♥♥
Atendimento: ♥♥♥
Higiene: ♥♥♥
Preço: $$
Sabor: ♥♥♥♥♥


Bar do Vadinho
Endereço: Rua Manoel Vidal, 305 - Pântano do Sul. Florianópolis/SC.
Telefone: (48)3237-7305
Horário de funcionamento: Todos os dias das 11h às 18h. (Sábado, domingo e feriados de dezembro a março: das 11h às 24h).
Aceita cartão: Sim
Estacionamento: Não

16 comentários:

  1. Adorei a dica... vou lá nesse findi! Beijos

    ResponderExcluir
  2. Esse eu já conhecia... desde a época que custava míseros R$ 14,00... rsrsrsrsrsrsrsrsrs... ADOOOOOOOOOOOOOOOOOOROOOO!!!

    Beijos...

    P.S: Ainda não fostes experimentar o churrasco do louro né? Ói ói ói ói ói.... vá que não irá se arrepender!!!!!!

    Beijos

    Roberta
    mindesi0511@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Roberta!
      Nossa, 14 reais é piada, né? Muita barato! A comida é muito saborosa.
      Não consegui tempo para ir ainda! É na casa dele, né? Sabes que mais duas pessoas indicaram para o meu namorado também? Ele se empolgou para irmos lá, tchÊ! hehehe
      Bjs

      Excluir
    2. Pois é querida... parecia piada mesmo! Hoje fui no Louro... MAGAVILHOSO! Como sempre! Beijos

      Roberta

      Excluir
  3. Pareceu bem saboroso, sim.
    Mas não gostei da atitude do atendente, hehehe!!
    Mas linda paisagem também! Altos dia de sol, né?! Belas fotos!
    Beijinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não foi legal, fiquei irritada.
      O lugar é maravilhoso. Ótimo para o domingão. Obrigada!
      Bjs

      Excluir
  4. Hummmm deu para sentir o gosto do berbigão daqui hehe. Adorooo! Não conheço o bar, mas parece uma delícia e super simples como pede um peixinho frito.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não gosto muito de berbigão, mas me falaram que tava uma delícia! É super agradável, bem como mostram as fotos. É exatamente isso, simplicidade e sabor.
      Beijão

      Excluir
  5. ahhh, que saudades de floripa! Fiquei com muita vontade.. :)

    beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É... Tipo de coisa que por aí não tem!!
      Beijo

      Excluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Apesar de vizinho é muuuito diferente do Arantes, um dos melhores restaurantes de frutos do mar da cidade!! Atendimento maravilhoso e atencioso feito pela própria família do Arantinho, que dia sim, dia não está por lá ele mesmo recebendo os fregueses e apesar do sotaque manezinho ele dá uma maneirada quando percebe que a pessoa não está entendendo. Uma vez sentou na nossa mesa com uma taça de vinho e foi quando soubemos que ele é filho, neto, bisneto e etc de pescador e que ele também até hoje atua como vigia no cerco da tainha, não sei o que foi melhor, o almoço ou o papo com este manezinho de alma e de nascença.
    Já experimentei de tudo por lá, buffet, sequência, tainha escalada, diversos tipos de camarão, ostras e berbigão sem contar a internacional cachaça do Arante, que sempre levo uma garrafinha para casa, hehehe.
    A vista da linda praia do Pântano do Sul é um atrativo a parte pois o restaurante é "pé na areia"!!
    Mais do recomendo esse delicioso local, é o meu preferido na Ilha!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Delícia, Clarisse. Adoro restaurantes pé na areia, sem contar que o passeio inteiro para lá é super agradável mesmo.
      Muito obrigada pelo comentário!
      Bjs

      Excluir