segunda-feira, 11 de junho de 2012

Sexta à noite no Taikô / Santa Mônica

Numa sexta-feira fomos jantar no Taikô, especializado em comida oriental, mais especificamente sushis, sashimis, temakis e nigiris.

O restaurante está localizado no Boulevard do Shopping Iguatemi, também com acesso pelo piso térreo.

A casa estava agitada com clientes por todos os cantos. Sentamos no lado de dentro, pois  pensei que todas as vezes que fui ao Taikô fiquei na primeira área, nas mesas assim que se entra no restaurante.

Algumas mesas disponíveis bem no centro do salão foram descartadas. Escolhemos uma das mesinhas para dois no melhor estilo sofá de parede.

Nunca tinha prestado tanta atenção na decoração e não sei como, pois achei linda, principalmente o bar com a parede iluminada de bebidas e as luminárias vermelhas penduradas.

Algumas vezes o Taikô prepara noites animadas ao som de dj ou música ao vivo. Nesse dia, apenas música ambiente.

O garçom chegou com os cardápios. Preferimos começar com as bebidas para depois, caso batesse uma fominha, pedir algo para forrar a barriga. Senti uma certa dificuldade de comunicação com o atendente argentino, mas nada extraordinário.

Escolhi iniciar com um Cosmopolitan (R$16) bem geladinho. Olha, demorou para chegar, mas como eu não estava com pressa, não me importei. Quem acompanha o blog já deve imaginar que o Claudio não fugiria da cerveja ou chopp. Ele foi de chopp Stella Artois (R$8)










O cardápio é variado: pizza, carne, frango... Preferimos a especialidade da casa e fomos de Combinado de salmão (R$36). Como eu sou gulosa, continuei vasculhando o cardápio e vi algo que prendeu minha atenção. Segue a descrição: Cubos de frango empanados no panko, servidos com molho agridoce  (R$22). Com olhos maiores que o rosto, não deixei passar.


Mais um chopp para o namorado e dessa vez a bebida que tanto adoro, saquerinha de morango (R$15).

Pensei que os sushis chegariam depois do franguinho, mas me enganei. Salmão fresquinho em temperatura ideal e arroz bem preparado. O sushi do Taikô é muito gostoso! Foi uma ótima escolha.

Agora, o franguinho deixou a desejar. A carne não estava tão macia, mas isso passou. A decepção foi com o molho. Desde quando mostarda é agridoce? An? Não gostei nem um pouco disso. O pior mesmo foi depois ir em busca de alguma foto desse petisco e encontrar no próprio site do restaurante uma imagem bastante diferente do que foi consumido (confira). Adoro agridoce e realmente fiquei frustrada de não ter recebido um molhinho como esse da foto:







Se estivesse em falta na casa, que avisassem os clientes. Falar não custa nada. Eu poderia ter ouvido um "-Infelizmente o molho agridoce está em falta. Traremos uma mostarda, ok?".

Sorte que os sushis, nigiris e sashimis estavam deliciosamente bons e as bebidas idem. Não é pelo incidente que deixarei de ser cliente do Taikô, mas fica a dica para a casa.

Fechamos nossa noite com a despesa de R$115,50.


Ambiente: ♥♥♥♥♥
Atendimento: ♥♥♥
Preço: $$$
Sabor: ♥♥♥♥


Taikô

Endereço: Shopping Iguatemi Florianópolis - Térreo: Av. Madre Benvenuta, 687 - Santa Mônica. Florianópolis/SC.
Telefone: 3024-1099
Horário de funcionamento: das 11 às 0h.
Estacionamento: Sim
Aceita cartão: Sim

8 comentários:

  1. Taiko é maravilhoso, lugar perfeito. bjss
    www.aureliamattos.com.br

    ResponderExcluir
  2. Lara de Bruchard Costa12 de junho de 2012 17:31

    Pois é, falha deles isso do molho, né?
    Mas bom, dá pra levar em consideração as outras coisas boas :)
    Eu, como não sou fã de comida japonesa, não vou passar lá, haha.
    Beijinho!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah,vale a pena dar uma passada e tirar suas próprias conclusões. Bjss

      Excluir
  3. Engraçado você dizer isso do molho, porque fui comemorar meu aniversário lá e o molho também era esse de mostarda, que por acaso é maravilhoso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bárbara, não falei que o molho era ruim, afinal mostarda é mostarda, simples e não varia muito. Mas, de acordo com o cardápio, não é o molho que deveria acompanhar o petisco!

      Excluir