quinta-feira, 22 de março de 2012

Uma tarde na Praia Brava

Como em muitos finais de semana, acabei na Praia Brava de Floripa. Apesar do mar gelado, pudemos aproveitar o sol e o dia. Nossa tarde estava sendo refrescada com cerveja e mais cerveja, mas não é só de bebida gelada que o corpo precisa, não é mesmo? Ele necessita também de boas doses de gordura. Nessa época são poucas as opções para matar a fome na praia e, naquele dia, a única barraca em funcionamento era da Dona Neusa. O cardápio singelo apresentava porções interessantes em relação custo/benefício. Um aperitivo já estava decidido, pastel de camarão (R$3,50). Chegamos também na porção de camarão à milanesa que custava poucos 20 reais. Fora isso, iscas de peixe, açaí, caipirinha e batidas também são atrações do cardápio.

Em 15min., o simpático atendente levou até nós uma mesinha baixa de plástico e nossos petiscos. O camarão estava muito bom, bem salgado do jeito que eu gosto, já, o pastel, deixou a desejar. Muita massa, molho e pouco camarão. Na verdade, parecia que eu estava comendo um pastel de abóbora, já que o molho era espesso. Mas, nada que não me agrade acompanhado de uma cerveja bem gelada.








Temos que aproveitar enquanto o sol ainda brilha no céu.

2 comentários:

  1. Legal do teu blogs é que tu escreve do restaurante chique ao botequinho da praia. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Lucas, essa é a ideia. Nada escapa, rs!

      Obrigada.
      Pri

      Excluir