terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Armazém da Pasta: Entre amores, massas e risottos.

Volta e meia estou no Armazém da Pasta. Sou cliente de carteirinha - já troquei meu cartão fidelidade por desconto e falta apenas mais dois carimbos para trocar o próximo. Acredito que seja o restaurante que mais frequento na cidade, seja para almoçar, pegar massas congeladas para preparar em casa, ou principalmente jantar. Adoro o ambiente e cardápio e acho um excelente local para comer massas em Florianópolis. Não só massas. Na verdade, beber um vinho e comer bruschettas já é um ótimo programa.

O ambiente é pequeno e acolhedor. Sempre quis me sentar na mesa que utiliza uma barrica de carvalho como pés de mesa, mas ainda não tive a oportunidade, pois é uma mesa para umas seis pessoas mais ou menos. Fora as duas mesas maiores, acho que já me sentei em todas e minha favorita é a em frente às poltronas de patchwork que dão vontade de levar para casa.




Eu me sinto tão à vontade no Armazém da Pasta que até parece que o cardápio foi elaborado por mim, porque tenho vontade de experimentar absolutamente tudo que existe nele, nada fica para trás.

Claudio e eu marcamos de jantar em uma quinta-feira no Armazém. Como sempre, fomos muito bem atendidos e recebemos nossos pedidos sem tempo considerável de espera.

Na ocasião, bebemos água e refrigerante, pois o dia seguinte era de trabalho logo cedo. Como entrada, provamos pela primeira vez a salada de pato defumado com folhas verdes, gorgonzola, nozes e coulis de laranja (R$27,90). A salada é colorida, servida com folhas vivas, e a combinação que adoro nozes + gorgonzola não tem como ser ruim. O pato é servido em lascas finas e defumado, o que fica interessante na salada fresca. Se pedirem essa salada, não deixem de cortar pedaços da laranja para comerem com o pato, fica muito bom.




Como principal, o escolhido pelo namorado foi o pansoti de queijo brie com nozes ao molho de vinho branco com escalopes de mignon (R$39,50). Aparentemente os pratos de massa recheadas são menos abastecidos (universal), mas os escalopes fazem papel importante para que o cliente saia satisfeito. Claudio adorou seu pedido e eu, depois de duas garfadas, também. Estava muito bom, não mudaria nada.

Eu saí das massas (consegui!) e pedi um prato que havia recebido indicação de uma amiga. Quando ela me contou do risotto de tangerina com alho poró (R$31,50) eu fiquei super curiosa, pois nunca tinha experimentado esse atrevimento. Acrescentei um salmãozinho grelhado (R$13,50) ao risotto e a conclusão disso é que ficou um casamento perfeito! Esse prato deveria existir assim completo no cardápio, porque combinou demais da conta. Gostei tanto que é o meu favorito do restaurante, juntamente com o ravioli de cordeio ao molho funghi que é muito amor.

Em outra ocasião, mas também em um jantar com o namorado, dessa vez em uma sexta-feira, iniciamos a noite com um vinho de mesa Raízes Premium Casa Valduga 2011. Um vinho saboroso, com gostinho de ameixa, em quantidade ideal para o jantar.

Depois de já ter provado algumas entradas, entendi que os cogumelos puxados no azeite (R$22,50) são meus favoritos e foi justamente com eles que abrimos a noite.




Quem é louco por cogumelos provavelmente irá adorar esse mix de shitake com shimeji imerso em muito azeite de oliva. Dá para comer puro na colher ou então com os pãezinhos servidos na cestinha. Como eu disse, amo essa entrada, então, não me levem a mal se eu disser que peço um repeteco de pães.

Se na vez passada fui de risotto, nessa voltei para as massas, mas ainda com a ideia na cabeça de pedir um prato diferente, tudo por vocês.

Foi a primeira vez que um prato do Armazém da Pasta não me agradou. Pedi um spaghetti quatro queijos com tiras de mignon, bem servido, mas insosso. Para meu gosto, faltou condimento: sal, pimenta e até o próprio molho quatro queijos estava aguado. Para dar sabor ao meu prato, pedi queijo ralado que foi totalmente despejado em meu spaghetti, sal e pimenta. O mignon estava macio, mas, como fazia parte do molho, também sem sabor. Desanimei, porque nunca tinha desgostado de nada nesse restaurante que tanto prezo. Mas, como estou disposta a provar todo o cardápio, era de se esperar que algo não me agradasse.




Por sorte, o saldo da noite voltou a ser positivo quando chegou o escolhido de Claudio, sorrentino caprese ao molho sugo com escalopes de mignon (R$39,50). Carne macia e suculenta como de costume e massa com muito recheio, mas leve.

Em nenhuma das ocasiões deixamos espaço para a sobremesa, mas minha sugestão é não deixarem de pedir a torta de maçã com amêndoas com uma bola de sorvete. Para mim, é a melhor de todas! O Armazém da Pasta é uma opção que adoro de onde comer massas em Florianópolis e acho que vocês já perceberam isso, certo?


Ambiente: ♥♥♥♥♥
Atendimento: ♥♥♥♥♥
Prçeo: $$$
Sabor: ♥♥♥♥♥


Endereço: Boulevard externo do Shopping Iguatemi Florianópolis (Av. Madre Benvenuta, nº 687, Santa Mônica) - Florianópolis/SC.
Telefone: (48) 3024-2828
Horário de funcionamento: Todos os dias, das 8h30 às 24h.
Aceita cartão: Sim
Estacionamento: Shopping

2 comentários:

  1. Faz um tempão que não vou no Armazém e eu nem sei dizer o porquê já que adoro o lugar.
    Com certeza esse risoto de tangerina vai me fazer voltar rapidinho. Salivei demais aqui! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu adoro esse restaurante, sou tão suspeita. rs

      Excluir