quarta-feira, 27 de março de 2013

Cantina Santa Maria e seu galeto al primo canto

Coloquei para frente o post de hoje propositalmente. Achei que caberia escrever sobre a Cantina Santa Maria quando os dias começassem a esfriar em Florianópolis e acho que fiz bem, pois a cada letra digitada, aumentou minha vontade de retornar ao restaurante.

Era janeiro, dia de Planeta Atlântida aqui na cidade. Neste ano abandonamos o festival musical e optamos por programações mais leves ou nem tanto. Como estávamos pelo norte e o trânsito não estava amigo pela região, escolhemos um restaurante para jantar que fosse por ali e acabamos na Cantina Santa Maria, em Canasvieiras. Apesar de ter passado diversas vezes em frente à cantina, nunca havia entrado, mas sempre mantive a curiosidade.




O clima é acolhedor com ares tipicamente de uma cantina italiana tradicional, com toalhas quadriculadas nas cores da bandeira da Itália, vinhos por todos os lados e decoração escura e carregada.

Prontamente fomos atendidos e pedimos as bebidas. Cantina combina com vinho tinto, mas, como tínhamos bebido durante o dia inteiro, preferimos ficar na água (R$3,80) e refrigerante (R$4,50).

No cardápio tem coisa boa, como massas e carnes vermelhas, mas o carro-chefe da casa é o Galeto al primo canto, prato resultante das trocas culturais em solo brasileiro. Como herança das "passarinhadas" preparadas por imigrantes italianos e posteriormente proibida, surgiu em Caxias do Sul (RS) o Galeto al primo canto como substituto. De acordo com De Boni (1984, p. 156), "a dieta alimentar da população rural deteriorou-se . A carne desapareceu praticamente das mesas, sobrando para os pobres a perspectiva de matar alguns passarinhos para complementar o regime alimentar. Aumentava entretanto o consumo de produtos à base de milho, principalmente de polenta." O galetinho é abatido cedo, ao seu primeiro cantar (por isso o nome) com aproximadamente 21 dias de vida e depois é assado até formar uma pele levemente crocante.

 Escolhemos o prato para duas pessoas, que acompanha talharim e spaghetti com dois molhos de sua preferência entre alho e óleo, pesto, bolonhesa ou molho branco com ervilha; polenta frita, dois espetinhos de coração de galinha, farofa, duas costelinhas de porco e radicci com bacon (R$93,50).

O cheirinho delicioso no ar fazia com que nosso estômago roncasse alto, mas a espera valeu. A ascensão de pastelaria para cantina, ocorrida em 1997, deu mais que certo. O ambiente familiar que nos proporcionou bom atendimento, também agradou o paladar.

As carnes estava saborosas e o galetinho foi mesmo o meu preferido, apesar de idolatrar carne de porco. Ponto alto para as massas artesanais preparadas no próprio restaurante.




Foi um jantar e tanto. Aprovamos a Cantina Santa Maria, pagamos a conta de R$115,39 e ainda saímos de lá com uma marmita feita para nosso almoço do dia seguinte.


Referência:
DE BONI, L.; COSTA, R. Os italianos no Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Escola Superior de Teologia São Lourenço de Brndes; Caxias do Sul - Universidade de Caxias; Correio Riograndense, 1984.


Ambiente: ♥♥♥♥
Atendimento: ♥♥♥♥
Preço: $$$
Sabor: ♥♥♥♥

Endereço: R. Apóstolo Paschoal, 267 B - Canasvieiras. Florianópolis/SC.
Telefone: (48) 3266-2652
Aceita cartão: Sim
Estacionamento: Não

9 comentários:

  1. Huuummmm...adoro galeto. sua descrição e as fotos me deixaram com água na boca. Vou conhecer o restaurante esse fim de semana mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Thaís!
      Em janeiro visitei também outro restaurante com delicioso galetinho, o Pátio Salvoro. Vale a pena conhecer. Em breve publico a seu respeito.

      Excluir
  2. Pri.. que lugar bacana!

    A comida, realmente, parece bem feita!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que vale a pena até mesmo para comer uma massinha. Da próxima vez, será isso que irei fazer.

      Excluir
  3. Muito boa comida, você precisa comer a pizza da casa com tomate seco feito na própria cantina. ótimo restaurante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hummm, não sabia nada sobre as pizzas. Obrigada pela dica.

      Excluir
  4. O preço da comida pareceu justo, já que vinha bastante comida
    Só achei o preço da água um assalto, rsrs.
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Do tipo muita comida. Daria facilmente para três e, dependendo da fome, até quatro pessoas. Larinha, eu que escrevi errado o preço da água mesmo, não te espantes kkkk. Foi R$3,80!!!
      Tu e o Claudio me atentaram sobre isso.
      Beijocas

      Excluir
    2. Ah, tá, ufa (sobre o preço da água)!
      E esqueci de falar: adorei a citação (lembra os tempos de faculdade, hahahahaha) =P!

      Excluir